Nome Sujo Consegue Tirar Passaporte?

Nome Sujo Consegue Tirar Passaporte

Ultimamente seu sonho é fazer uma viagem internacional, mas está com o nome sujo? Será que com o nome sujo consegue tirar passaporte?

Advertisement

Se essa é a dúvida que está tirando o seu sono, continue lendo!

Então, veja tudo que separamos para você sobre Nome Sujo Consegue Tirar Passaporte:

Vou conseguir meu passaporte com nome sujo?

Sim! Se você está com o nome sujo, mas deseja fazer uma viagem e precisa de passaporte fique tranquilo. A Polícia Federal é a responsável por emitir seu passaporte e não haverá a consulta ao SPC ou Serasa.

Advertisement

Portanto, você consegue tirar o passaporte mesmo que tenha restrição em qualquer órgão de crédito. E de acordo com as Leis brasileiras, o cidadão não pode ter sua locomoção impedida por ter dívidas em aberto.

Mas é importante lembrar que, você não deve viajar e gastar tudo que possui se existem dívidas em aberto no seu nome!

O ideal é que você pague aquilo que deve para então investir em uma viagem internacional como forma de lazer.

Como emitir meu passaporte?

Se você quer emitir o passaporte, é importante economizar para pagar por seu novo documento. Para solicitar o passaporte acesse o site da Polícia Federal com seus documentos em mãos.

Na página oficial você deverá preencher corretamente todos os dados necessários para solicitar o passaporte.

Ao final do preenchimento de todos os dados, você deverá clicar em “enviar”, nesse momento uma Guia de Recolhimento da União (GRU) será gerada.

De posse da GRU você deverá pagar o valor de R$257,25 para obter seu passaporte que terá validade de 10 anos.

Advertisement

O pagamento precisa ser feito com dinheiro, não podendo ser parcelado. Portanto, é imprescindível ter a quantia disponível para poder emitir seu passaporte.

Após o pagamento é preciso agendar uma entrevista em um dos postos da Polícia Federal. É importante chegar no horário agendado para que você não perca a entrevista.

Esse processo é simples e respondendo todas as perguntas com coerência você terá seu passaporte emitido.

Tenha um bom planejamento financeiro

Os custos da sua viagem já se iniciam no simples fato de ter acesso ao seu passaporte. Por isso mesmo, faça um bom planejamento financeiro da viagem.

Lembre-se que não é apenas pagar o avião e a hospedagem, você irá se deslocar e se alimentar nos dias de viagem. Portanto, é preciso levar dinheiro em espécie para aproveitar e conhecer um lugar novo.

É por isso que, uma viagem internacional que costuma ser mais cara não é a melhor opção para quem está com dívidas.

Na verdade, o seu foco deveria ser de pagar as dívidas em aberto no Brasil para só então viajar. No entanto, se você está viajando com os custos pagos pelo seu trabalho por exemplo, leve algum dinheiro para aproveitar a oportunidade.

Não se esquecendo de planejar cada custo antes de sair de casa e procurar sempre economizar em coisas simples, como as refeições.

Assim, você passeia durante a viagem, adquire novas experiências e não volta muito mais endividado do que quando saiu do país.

Cuidado com o seu CPF

Se você tem o CPF suspenso por não pagamento de impostos ou outra problemática que tenha ocasionado bloqueio desse documento, não conseguirá viajar!

Acontece que, antes de sair do país seu CPF deve estar regularizado, caso esteja suspenso ou cancelado pela Receita Federal você não conseguirá viajar.

Portanto, se você não está declarando Imposto de Renda mesmo sabendo que deveria fazê-lo ou tem algum outro impedimento que não é o nome sujo, é preciso regularizar.

Visando que a partir da regularização você seja um cidadão com seus direitos e deveres. Afinal, o CPF é um documento fundamental, solicitado em várias situações do cotidiano.

Por isso mesmo, estar com o documento bloqueado é impedimento para várias situações, até mesmo abrir uma conta em um banco.

Sendo importantíssimo ir até a Receita Federal e identificar o motivo do bloqueio ou suspensão de seu documento para se regularizar.

Você também poderá consultar esses dados acessando o site da Receita Federal. Em muitos casos, a irregularidade se dá somente por um dado preenchido errado ou desatualizado.

Em outros casos, o problema é quando o portador do documento deixa de pagar o Imposto de Renda devido, ocasionando a situação “pendente de regularização”.

Se o seu CPF precisa ser regularizado, não deixe isso para depois. Tendo em vista que é uma situação ruim para diferentes contextos da sua vida. O ideal é ter todos os documentos sempre em dia para poder executar tarefas simples como movimentar uma conta corrente.

Agora que você já sabe que poderá emitir seu passaporte mesmo com o nome sujo, esse conteúdo foi relevante para você? VOTE e COMPARTILHE!

Veja também

Esse site usa cookies. Ok Mais detalhes

Termos & Politica de Privacidade