Nome Sujo Caduca?

Nome Sujo Caduca

Você sabia que nome sujo caduca? Segundo as leis brasileiras, toda dívida deve caducar em 5 anos. Mas o que isso significa?

Advertisement

Se você deixar suas contas em aberto por 5 anos poderá voltar a ter o nome limpo e usufruir de crédito? Nós iremos responder todas essas dúvidas!

Continue lendo e confira o que nós separamos sobre Nome Sujo Caduca:

O que significa Nome Sujo Caduca?

Uma dívida caduca quando ela é apagada dos órgãos de proteção ao crédito  SPC, SCPC e Serasa. Esses são os 3 principais órgãos de proteção ao crédito e são consultados para averiguar se o consumidor tem alguma restrição em seu nome.

Advertisement

No entanto, uma vez que a dívida é incluída nessas bases de dados, o nome do devedor só pode ser mantido no cadastro por 5 anos.

Portanto, se a sua dívida foi incluída no dia 01/01/20 ela deverá ser removida no dia 01/01/25, tendo sido pago ou não o valor em aberto.

Mas isso não significa que por ter caducado, você não precisa mais pagar. A empresa continuará podendo te cobrar e recorrer judicialmente para reaver o dinheiro que você deve.

Por isso mesmo, esperar uma dívida caducar nunca é uma opção inteligente. Tendo em vista que o fato de caducar não te isenta da responsabilidade de pagar por sua dívida.

Sendo preciso quitá-la em algum momento da sua vida. E quanto antes você negociar o que deve e quitar sua dívida melhor, visando voltar a ter o nome limpo.

A dívida pode voltar aos bancos de dados após os 5 anos?

Algumas empresas vendem as suas dívidas para outras empresas que irão cobrar o valor em aberto. No entanto, se a sua dívida caducou ela não pode voltar a aparecer nos cadastros de órgãos como o Serasa.

Caso isso aconteça com uma dívida que caducou o consumidor tem o direito de procurar a justiça solicitando a remoção de seu nome desse cadastro.

Advertisement

Mas é preciso ter atenção a um detalhe que faz toda a diferença! Se a sua dívida foi renegociada, você começou a pagar e parou ela pode ser atualizada.

Portanto, se você tinha uma dívida restringindo seu nome e depois de 3 anos começou a pagar, mas parou, ela entrará como uma nova dívida.

Essa nova restrição passa a ter mais 5 anos para só então caducar, contando a partir de sua entrada no banco de dados.

Não deixe uma parcela renegociada em aberto

Se você renegociou sua dívida, deixar de quitar é um grande erro e que prejudica seu nome. Isso dificulta que futuramente você conquiste novas linhas de crédito.

Algo que é muito ruim, tendo em vista que a aquisição de itens muito sonhados como casa própria requer em geral uma linha de crédito.

E se você tem um histórico longo de não pagar suas dívidas, dificilmente conseguirá realizar essa conquista. Afinal, as empresas que liberam o crédito tendem a não liberar crédito tão alto para maus pagadores.

Ao renegociar e deixar em aberto, seu nome voltará para a lista de restrições ao crédito, baixando seu Score.

Inclusão de dados sobre dívidas de parcelamento

Se você comprou, por exemplo, um carro, negociou em 24 parcelas e parou de pagar na décima segunda parcela. Nesse cenário, a inclusão do seu nome no banco de dados é feita com a data da parcela em atraso.

Portanto, a sua dívida começa a contar a partir do dia em que não houve o pagamento e não a partir da data de assinatura do contrato.

De maneira que a empresa credora tenha de fato os 5 anos para realizar a cobrança. Assim, o consumidor tem um prazo bastante longo para quitar e remover seu nome do cadastro negativo.

O banco de dados da empresa credora

A Lei brasileira requer que o nome do consumidor endividado saia dos bancos de dados de órgãos de crédito após cinco anos da inscrição. No entanto, esse dado de que o consumidor não paga o que deve pode ficar armazenado no histórico da empresa.

Portanto, se você pegou um empréstimo em banco, não pagou e esperou caducar, isso não significa que você voltará a ter crédito nessa instituição.

Se essa instituição financeira é comprada por outra instituição maior, seus dados estão inclusos nessa compra. E assim, você continua com a reputação de mal pagador sendo guardada em bases de dados.

Por isso, o ideal é que você se comprometa a pagar o que deve quando houver oportunidade. Visando ter uma boa reputação como cliente e garantir acesso a crédito quando precisar. Esse conteúdo foi relevante para você? Então VOTE e COMPARTILHE!

Veja também

Esse site usa cookies. Ok Mais detalhes

Termos & Politica de Privacidade